29 outubro, 2004

woof...

Para quem achou o titulo algo sem sentido....está totalmente correcto! Foi uma tentativa falhada de tranpôr para a escrita o latido de um cão possante!
A verdade é que estou em perfeito delirio, pois vou ter como companheiro um pequeno cãozinho (mais um...), que se tornará grande! (isto sim invulgar)
Esta pequena cria é o resultado do cruzamento de uma Partor Alemão e um Rotweiller, e foi o único macho de toda a ninhada (nasceu ontem).
O problema é que não sei que nome lhe dar, já pensei em perguntar-lhe, mas provavelmente depois teria de dar-lhe o nome do titulo deste texto!
Sugestões para nomes Aceitam-se! (leia-se Exigem-se) HC

25 outubro, 2004

Pub.

Só para avisar que os elementos deste blog têm em mãos novos projectos (sempre sonhei ter "projectos" em mão) bloguísticos. HC é elemento único do blog "Evolução com R" enquanto LR (sempre sonhei falar de mim na 3ª pessoa) entra com dois colegas e amigos no blog fotográfico "Na Retina".

Movimento...

Enquanto navegava num motor de busca e procurando encontrar este triste site, que não encontrei, descobri um site com o nome deste mal afamado blog, site pertencente a uma banda musical brasileira!
É verdade! O que eu depreendo disto é que os nossos fãs estão aí em peso e até já fazem musica para nós! Ou então já existiam antes de nós! De qualquer forma, se conhecem a banda e viram o blog, nós não temos nada a ver com eles!
Por acaso ouvi uma musica que tava no site e não desgostei, música bacaninha! HC
(curiosos? Tomem lá: http://www.macacosmemordam.com)

P.S.: Durante a feitura deste texto descobri também que existe no brasil um Blog com o mesmo nome que o nosso! Que falta de originalidade! Há 5oo anos que nos imitam, o nome do blog devia ser Macacos De Imitação! (olhem que não soa muito mal) Whatever! Nós somos únicos! Não é queridos leitores? (e com esta dessimulada pergunda pretendo iniciar um movimento de comentários que nem o "Massacre na FCUL"! (rrrr... Que inveja LR!)) Fui...hc

22 outubro, 2004

Fo.. fo.. fo.. fooo… da-se!!!

Hoje vivi, com mais dois colegas, uma das situações mais confrangedoras da minha vida, que vou de seguida tentar relatar (o que duvido que consiga).
Após as aulas dirigimo-nos a uma sala onde estava marcada uma pequena reunião de esclarecimento sobre uma cadeira e a sua avaliação. Chegámos lá e não estava mais ninguém. Esperamos um bocado, mas como não chega mais ninguém resolvemos entrar. E aqui é que começa o chato da situação. A professora que nos ia esclarecer era gaga! Mas não era um daqueles gaguejos relativamente fluentes, era um daqueles gaguejos que parece que provoca sofrimento ao gago em questão. E ali estamos nós a ver a nossa vida a andar para trás, prevendo imediatamente o ataque de riso que aquilo nos ia provocar. E pior ainda quando ela diz “vou ser rápida!”.
Lá nos sentamos, enquanto a senhora vai dizendo o que pode, e ficamos mesmo à frente da senhora. Três indivíduos fechados numa sala com uma gaga. Eu no meu caso devo dizer que desliguei imediatamente, não apanhei informação nenhuma, só pedia a alguma força superior que aquilo acabasse, enquanto me concentrava em imagens de dor e sofrimento. Lá íamos fazendo caras de quem está com imensos problemas e preocupações na vida, enquanto fingíamos que estávamos a tirar apontamentos. Mas aquela vontade irracional de rir era quase incontrolável. Não percebo o fenómeno. A senhora gaguejar não tem piada nenhuma, não temos qualquer deleite com a gaguez dela, não estamos no gozo, mas não conseguimos parar aquele riso idiota. E ali ficamos, ela sabendo que nós estamos a engolir litros de riso, nós envergonhados sabendo que ela o sabe, ela sabendo que nós sabemos que ela sabe, e por aí adiante. Toda a gente sabe tudo. Mas pronto, ela lá tenta falar o mais rápido que pode para despachar aquilo. E nós naqueles intervalos intermináveis olhamos para o caderno, para o tecto, para o chão, e lá nos aguentamos. Pelo meio ainda houve um ronco de riso do Yannick (leitor assíduo deste blog) que ia deitando tudo a perder, mas passado um bocado, que pareceu horas, ela lá nos manda dispersar. E nós disparámos que nem foguetes.
Foi mesmo muito, muito complicado não rir, e só gajos com grande poder de concentração é que poderiam sair desta situação sem dar uma barracada enorme. Só me resta deixar aqui um conselho: se forem gagos, por favor, nem pensem em ir para professores. LR

Sinal



Sinal na estrada, sinal para a vida...LR

21 outubro, 2004

Notícias...

Hoje venho aqui oferecer o prémio Macacos Me Mordam para o melhor título noticioso.
E sem demoras, o prémio vai para…vai para… (suspense) … SIC Noticias, com a notícia “Fidel cai após 1 hora de discurso!”, simplesmente brilhante!
O facto que se deu foi realmente uma queda por parte de Fidel Castro, o líder cubano, após uma hora de discurso, ou deslocar-se para o exterior do recinto deu uma valente queda!
Mas não sejamos ingénuos, embora o título não tenha nenhuma gralha ou seja falacioso pretende dar a entender com “queda de Fidel”, como que o fim do regime de Castro, perante tal notícia qualquer um fica pregado ao televisor, babando-se e dizendo “Houve Sangue? Mataram o Gaijo?”, tal entusiasmo seguido de uma valente desilusão “Ó Chiça, Afinal ele caiu mesmo das escadas abaixo! Mas Será que Houve Sangue?”.
Pois é, mas a verdade é que anda por aí muito boa gente desertinha por ver uma das últimas poucas barreiras ao capitalismo, pois desenganem-se, ele tem mais de 70 anos, um joelho fracturado e talvez, ele não tem a certeza, um braço partido e está ai para durar! Viva Fidel Castro! Viva Cuba! Viva Ché Guevara! (este principalmente não pode ser esquecido!) HC

20 outubro, 2004

Conspiração...

Simultaneamente à escritura deste texto penso como o publicarei no blog, visto que não tenho acesso a páginas da Internet!
Começo a pensar que realmente sou vítima de uma conspiração extremamente elaborada! Ora vejamos, eu consigo aceder a programas como o Messenger, Emule e coisas do género, mas navegar que é bom está de chuva!
Tudo isto leva-me a crer que a minha escrita se começa a tornar incomodativa para os visados nos meus textos! (ou então é apenas esta bodega que não anda boa)
De qualquer forma, não é um simples problema informático que me vai impedir de continuar a escrever, são vários problemas informáticos!
Provavelmente, agora que podem ler o texto já passaram dois meses desde que o escrevi, mas a realidade pouco muda nesse espaço de tempo e o meu problema informático persiste!
Começo a fartar-me disto, acho que a netcabo, empresa a que envio desde já um grande bem age, se está literalmente a cagar para mim!
Já me estou a esticar, acho que o melhor é fazer uns elogios ao governo, pode ser que me devolvam o direito a navegar no cyber espaço!
Aqui Vai! Acho que este governo é bastante consistente e tem um líder que marca todas as suas decisões e atitudes com uma grande personalidade, Santana Lopes é alguém que não deixa nada a meio! Todos os ministros ocupam os seus cargos pela capacidade e conhecimento a área que lhes é atribuída e sem aproveitarem minimamente o seu cargo para beneficio próprio! O nosso Presidente da República é um……ok já chega de elogios, isto deve chegar! Até que vos possa contactar, um forte a abraço para todos e beijinho para as leitoras que se agrupam aqui em frente à minha habitação e me perseguem, tanto a mim como ao LR, que nem uma grouppies doidas por ter sexo selvagem com os autores dos textos que elas tanto idolatram! (o sonho é uma constante da vida…) HC

18 outubro, 2004

Memórias de um Casamento - Parte II

A ressaca...


O estilo é que conta (III)


O estilo é que conta (II)


O estilo é que conta (I)


Convívio com os fotógrafos


Patifaria e euforia!


Patifaria!




Memórias de um Casamento - Parte I

Disparo certo no momento certo: pontapé na seca da sessão fotográfica (II)


Disparo certo no momento certo: pontapé na seca da sessão fotográfica (I)



El numero Uno



É a loucura!



Na seca da sessão fotográfica passa-se o tempo (bem passado)...


Foto de grupo (exepto fotógrafo(eu))



Ares de importância junto ao Porshe da noiva...(II)


Ares de importância junto ao Porshe da noiva...(I)


HC ajuda o fotógrafo


15 outubro, 2004

Calvin & Hobbes (12)



Esta tira leva-me a dar um conselho a alguns colegas meus: não deixem que a ciência vos tolde a sensibilidade! LR

O que pr’aqui vai…

Bem, estou a escrever este texto de um computador público, pois como profetizei num texto anterior, não só fui vítima de 48 horas de interrogatório por parte dos serviços secretos, como fui impedido de me conectar à rede!
O que me trás aqui hoje é um tema bastante constrangedor!
Vocês viram aquela senhora que fala com um burro??? Falar com o burro não é o pior, porque de certo que todos nós falamos para os nossos animais de estimação, o que me perturba e constrange é o facto do burro responder!
UM BURRO QUE FALA!? Onde é que já se viu! É que se fosse a falar com um Manuel Luís Goucha ou uma Teresa Guilherme, agora com a Júlia Pinheiro??? Eu respeitava essa senhora, como é que alguém passa de falar com criminosos condenados a ter conversas quase filosóficas com um burro? Se algum de vós compreender o sentido disto, se é que ele existe, não hesite em explicar-me!
É que o burro fala e ainda ontem falava com a boca cheia, ele comia couves e falava ao mesmo tempo! O burro fala!!!
Onde é que vamos parar?! Mandam embora o Prof. Marcelo para contratarem um burro que fala! Ele fala, mas não lê 5479 livros por dia! Não se compreende, o Prof. Marcelo tinha mais valor! O burro comenta a vida das ditas celebridades que estão na tal quinta, pensando bem, olha que para o público da TVI é capaz de fazer mais sentido um burro que fala da vida das pseudo-celebridades que um Professor que disseca assuntos tão variados como a cultura ou a politica! Nada mais tenho a dizer, pois ainda me encontro num profundo estado de choque, devido aos últimos eventos e acontecimentos que me ocorreram! HC

13 outubro, 2004

Pontapé de Saída

Daqui a 2 dias eu e o colega HC vamos ter um dia que, de alguma forma, nos marcará: o dia em que a nossa geração se começa a casar! É o casamento de uma ex-colega nossa. Uma ex-colega, andámos juntos à escola, e agora vai-se casar! Vai-se casar... Casar! Como o tempo passou! Ainda ontem éramos crianças a curtir a infância e de repente acordamos e somos adultos (pelo menos legalmente). E daqui a dois dias lá iremos nós de fato, gravata e sapatinho engraixado. Como é que é possível?! Eu pessoalmente sinto-me assustado, e pela primeira vez me apercebo da brevidade das nossas existências. Bem sei que é só um simples casamento, mas o casamento é se calhar o melhor marcador da idade adulta, e sendo com uma amiga da nossa idade apercebemo-nos melhor como tudo passou tão rápido até agora.
À parte tudo isto, o que espero é que tudo corra bem aos noivos, seja um dia em grande, e onde nos possamos divertir bastante (apesar de um dia inteiro de sapatinho e colarinho apertado). LR

12 outubro, 2004

Última hora: massacre na FCUL!

Foram hoje encontradas mortas 3 rãs na Faculdade de Ciências. Ambas as 3 foram encontradas completamente estropiadas, cortadas ao meio e esfoladas (sem pele), sendo necessária a intervenção de peritos na sua identificação. Inspector Frota terá afirmado "nunca vi nada assim. É chocante!"
A comunidade académica foi apanhada de surpresa com a detenção esta tarde daquele que será o principal suspeito, um professor de Fisiologia Animal. As autoridade estão também a investigar alguns alunos deste estabelecimento. "Foi um trabalho de loucos" terá desabafado o Inspector Frota.
Em baixo, uma foto recente de uma das vítimas, conhecida pelos seus amigos como Cocas.



Aqui ficam os sentidos sentimentos às famílias das vítimas. LR

10 outubro, 2004

Literatura Pita...

Aqui há dias recebi um mail que pode muito bem ter sido um dos melhores que já recebi, nesse mail era dissecada toda a tipologia de um ser conhecido como a Pita, cientificamente pode ser descrita como a fêmea da raça humana em fase juvenil.
De todas as características apresentadas eu queria destacar a literatura destas criaturas, literatura quase ilegível que tem como base a substituição de letras originais por outras com uma sonoridade quase semelhante! Ora, o resultado desta transformação resulta frequentemente na transformação de palavras quotidianas em extremas expressões do arcaico já à muito em desuso!
Posso dar-vos alguns exemplos, mas vou fazer melhor que isso, vou escrever a parte final deste texto em Pitalhês, se não perceberem o que vou escrever não se preocupem, pois o mais importante já foi dito!
Xó KeWia DiXer Ke VoX AdoWo A TodoX! Xão Ox MelhoWeX WeitoreX Ke Awgum Bwog Pode TeWe! Esquisito Hein? Pensem nisto! Ou então ignorem completamente tudo o que acabaram de ler e levem a vossa vida normal sem pensar que entre vós pode habitar um espécime destes, a intenção não é assustar-vos, é apenas Alertar-vos! Elas andam aí e a sua literatura é ilegível! HC

08 outubro, 2004

Entretanto na Selva...

Motivos de saúde (e alguma falta de vontade também) têm-me afastado da escrita do blog, porém os mais recentes acontecimentos, já aqui mencionados pelo amigo HC, trazem-me de volta. Algo vai muito mal num país quando de alguma forma se tenta censurar um comentador que põe à mostra as deficiências de um governo. Apesar de concordar com pouco do que o famoso Professor diz, respeito o que diz, e respeito principalmente a imparcialidade que apresenta no discurso. Quem pouco parece respeitar a opinião de quem quer que seja é este asqueroso governo, que subiu ao poder única e simplesmente pela mão do Presidente frouxa. E o país vai de mal a pior, na linha daquilo que vinha sendo feito pelo Durão.
E agora vejo o José Alberto Moniz a ler o teleponto de forma patética a tentar limpar a imagem da sua estaçãozinha de merda. LR

07 outubro, 2004

Liberdade Virtual...

Este pode ser o meu último texto, pois calculo que num espaço de 10 minutos após publicar este texto terei os serviços secretos a baterem-me à porta para me prender!
O assunto é o mais recente acto de censura tomado a cabo nesta nossa democracia!
Como devem ter conhecimento o nosso caro amigo Marcelo Rebelo de Sousa foi a modos que convidado a demitir-se de comentador da estação de televisão TVI, depois de fortes criticas realizadas pelos seus próprios camaradas, nessas críticas figurava uma acusação que é no mínimo hilariante: “O Doutor Marcelo causa mais danos no governo que toda a oposição!”
Como sabem o governo é maioritariamente, embora por vezes não parece, PSD, partido em que Marcelo já foi presidente!
Entendam o que quiserem, mas para mim acaba de ser aplicado o mais descarado acto de censura! Não se esqueçam, ser imparcial em Portugal é muito mau, destrói o governo, e que belo governo nós temos! São mesmo os maiores!
Melhor que os nossos só mesmo os Americanos! O senhor Bush numa das suas famosas declarações disse este belo excerto, isto para mim é poesia: “O mundo é um local mais livre e pacifico desde que eu estou na liderança!”, ó amigo Bush, então mas tu não és presidente do Estados Unidos da América, em que parte do teu contrato é que diz que mandas no Mundo!
Bem, pelos vistos os senhores da secreta já me estão a bater à porta, foram mais rápidos do que eu estava à espera! Até sempre, várias torturas aguardam-me! HC

03 outubro, 2004

Fialho 1935 – 2004…

Assim vemos desaparecer mais um grande vulto da nossa sociedade…
Poucas palavras tenho para empregar neste texto, pois difícil é descrever uma pessoa deste nível!
Pioneiro da televisão, discreto opositor à ditadura, pivot do primeiro boletim informativo emitido em liberdade!!! Também ainda um grande benfiquista e assim, mais que tudo o resto, será recordado!
Estejas onde estiveres, fazes parte da história de um pais, de uma nação!
Até Sempre!!! HC

01 outubro, 2004

Assalto à Mão Armada (em parva)

Ora bem, hoje venho relatar-vos a minha mais recente experiência!
No início do dia de hoje, por volta das 2horas da madrugada encontro-me eu acompanhado de uma amiga no bem conhecido de todos nós Parque das Nações, qual não é o nosso espanto quando de três indivíduos que se cruzam no nosso caminho, um deles se dirige a nós e emite estas sábias palavras: “Gira lá um night!”, expressão corriqueira para “Eras generosamente capaz de me disponibilizares um cigarro!”, eu respondi que não possuía cigarros, pois não tinha o hábito de fumar, é nesse momento que o indivíduo de raça duvidosa empunha um objecto cortante e ameaça “furar-nos com o chino”, educadamente eu e a minha amiga sugerimos-lhe que não nos fizesse mal porque nós apenas nos queríamos ir embora, é quando ele ameaça a minha companheira e pede com toda a veemência: “Saca o móvel e o guito!”, eu educadamente recusei-me a oferecer-lhe o telemóvel, pois tinha recebido uma sms que ainda não havia lido! É aqui que se dá a viragem na acção, pois os outros indivíduos aproximam-se e fazendo-se passar por nossos amigos levam o outro sujeito, dizendo que ele está a agir daquela forma pois está extremamente embriagado, colocando no entanto uma condição, que passava por nós os acompanharmos até um dos bancos que ali haviam, embora algo relutantes lá acompanhamos os tratantes até ao banquito! Depois de sentados, o indivíduo que se fez passar por nosso amigo começa a descalçar a minha acompanhante, pensamos que tenha sido com o intuito de fazer com que ela não fugisse, nesse momento e em simultâneo sugerem-me que acompanhe dois deles até outro banco, usando a faca como método persuasivo, lá os acompanhei, chegados ao outro banco, o indivíduo armado ordena-me que esvazie os bolsos, eu concordei, isto quando se lida com pessoas educadas é outra coisa, pedi apenas que me deixasse ler a mensagem que tinha recebido e assim foi, depois de lida a mensagem retirei o cartão do dispositivo móvel e coloquei-o sobre o banco juntamente com a carteira, os dois indivíduos tiveram um momento de distracção quando revistavam a carteira, aproveitando este momento de desatenção, peguei na lâmina da faca quebrando-a em dois pedaços e atirando a minha parte da faca (a lâmina), para o rio! Foi nesse momento em que comecei a agredir os assaltante, que curiosamente não me deram resposta e apenas, e perdoem-me a expressão, “comeram na boca”, passado um pouco de os estar a agredir um deles agarrou-me e não me agredindo esperou que eu me acalmasse para me largar, a partir deste momento, recolhi os meus documentos e desloquei-me para junto da minha amiga que estava acompanhada do terceiro indivíduo, passados mais uns momentos de conversa eles decidem devolver-me os meus haveres e irem embora sem antes, e desta vez de uma forma extremamente educada, me perguntarem se poderiam ficar na posse dos 3€ que comigo trazia e que eles me haviam tirado, eu concordei pois havia simpatizado com eles!
Em seguida fomos cada grupo em sua direcção, eu com 3€ a menos e eles com umas nódoas negras a mais e desarmados!
Para terminar gostava de vos alertar a terem cuidado, pois se optaram pela vida de gatuno e não têm umas noções básicas do que é a luta, pode aparecer um indivíduo que vos dificulte a vida! Até Sempre! HC