12 outubro, 2004

Última hora: massacre na FCUL!

Foram hoje encontradas mortas 3 rãs na Faculdade de Ciências. Ambas as 3 foram encontradas completamente estropiadas, cortadas ao meio e esfoladas (sem pele), sendo necessária a intervenção de peritos na sua identificação. Inspector Frota terá afirmado "nunca vi nada assim. É chocante!"
A comunidade académica foi apanhada de surpresa com a detenção esta tarde daquele que será o principal suspeito, um professor de Fisiologia Animal. As autoridade estão também a investigar alguns alunos deste estabelecimento. "Foi um trabalho de loucos" terá desabafado o Inspector Frota.
Em baixo, uma foto recente de uma das vítimas, conhecida pelos seus amigos como Cocas.



Aqui ficam os sentidos sentimentos às famílias das vítimas. LR

15 comentários:

  1. É inadmissivel nos dias de hoje assistirmos a tal genossídio! Presumo até que AMBAS AS 3 tivessem vivas e conscientes enquanto tal atrocidade lhes era efectuada! É um dia triste para o pais e para a ciência! HC

    ResponderEliminar
  2. O suspeito já se confessou culpado e nos depoimentos alegou que as rãs tiveram uma morte instantânea, sendo desfiguradas apenas após a morte. Diz ele.

    ResponderEliminar
  3. Só tenho a dizer que...
    bom...
    é obvio que coisas dessas só podiam acontecer na FCUL!!!
    eheheheheh ao menos na FLUL as especies que invadem o P.N não são (e passo a citar)"encontradas completamente estropiadas, cortadas ao meio e esfoladas (sem pele)"
    ISTO TEM QUE ACABAR!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Tou aki na kualidade de testemunha do facto veridico, da ocorrência ocorrida da faculdade de cie.... ok FCUL
    O meu testemunho começa no pavilhão C1 4º Piso numa sala de fisilogia animal, em k me encontrava ao lado do suposto autor deste post, onde posteriormente nos foi facultado um filme de hipnose sobre algo k k se "dissipou" (é assim?)das nossas memórias, depois deste estado de amnésia temporária, observamos k tinhamos realizado um trabalho altamente profissional de inspecção "ciática"(nervo ciático da vítima em causa. Resumindo final de td... Somos nós os responsáveis LR acusa-te... Se eu for tu tb vais !!! Tamos na Fossa !!!

    ResponderEliminar
  5. Fdx man, a gente safava-se seu chibo! O meu plano era perfeito! Perfeito! Agora tamos mm na fossa...

    ResponderEliminar
  6. Não posso querer... Uma pessoa com quem passei horas a fio e nunca suspeitei! Eu pensava que a cena dele era apenas estropiar uma moscas, amputar uns gafanhotos...AGORA RÃS!?
    Ainda assim, Recuso-me a acreditar...HC

    ResponderEliminar
  7. Pois bem, venho prestar aqui, perante esta nação k presta culto a este blog, o meu depoimento. Juro dizer a verdade somente a verdade e nada mais que a verdade. Devo frisar que n venho em defesa ou em oposiçao a nenhum individio, ja referido ou a referir.
    Tendo recebido, mais uma vez em primeirissima mao, a noticia deste verdadeiro ataque, neste blog, nao pude deixar de me deslocar, ainda na penumbra de uma manha nubulosa e com o peso deste crime, ao local em questao para apurar se existia algum indicio do criminoso. Para tal iniciei a camuflagem por volta das 6h30 da manha posterior ao dia do crime, estando a porta da Fcul as 7h40. Mas foi as 7h50 que um individuo de porte duvidoso (chibudo) com bigode, e um aspecto lavadinho apareceu e ao ver-me dissuadiu o seu trajecto, dirigindo-se para uma maquina de cafe. Passados alguns minutos eis que ele volta e viola o espaço do crime. Anuncia gloriosamente k iria repetir a proesa e que tinha mais vitimas em mente. Eu suspeitei, mas foi quando num televisor se iniciou a reprodução de um video para que todos aqueles seguidores aprenderam o acto genocidico. Fikei perplexo, mas quis ver onde ele iria chegar. Foi aí que o individuo pegou na rã, e disse a tds: "Eu vou exempleficar, espeta-se uma agulha aki mesmo na junçao das placas cerebrais e esmagase-lhe o cerebro.De seguida ja so basta inverter a direcção da agulha e penetrar a espinha dorsal fazendo com k ela fike tetraplegica. Volto a repetir k isto é perfeitamente indolor" e nisto o animal sangra da nuca e solta um grunhido como s a tivessem a entalar numa porta de autocarro (foi o melhor que me ocorreu por esperiencia propria).
    O massacre continuou e estendeu-se por tres longas horas, numa das quais eu em tentativa de salvar o animal antes de s iniciar qualquer ritual, passei a mao rente aos olhos do probre, apercebendo-me k este piscou os olhos reagindo. Foi entao k gritei:" Ainda tá viva!!" com grande euforia. Mas o individuo chibudo deslocou-se ao meu altar e replicou "Ainda ta viva!!!" nisto ergueu-a e dilasserou-lhe o cerebro como s n existisse amanha.... Mas as situações macabras continuaram chegando-se a observar, após separação da rã em duas partes, o coração a bater mesmo k sem membros inferiores, e as pernas a pontapear mesmo sem torax... fiquei chocado...estou chocado... n consigo dormir descansado a noite... oiço akele grito constantemente.... eu so peço k apurem os responsaveis...

    Kamandro

    ResponderEliminar
  8. Epá! Acabei de vomitar! Boa descrição ó Yannick! (kamandro) HC

    ResponderEliminar
  9. Pois é verdade. Devo anunciar a minha profunda tristeza sobre este caso. É qualquer coisa bestialmente estúpida. Estou em estado de choque. Não, estou petrificado. Eu também lá estava, eu também vi o vídeo, eu também assisti ao grunhido, etc.. Mas devo confessar que, embora esta atrocidade seja um fardo que todos nós carregamos, isto não acaba aqui. O presumível suspeito, cujo nome não deve ser pronunciado, não se fica pela morte da Cocas e das outras duas rãs. A atrocidade praticada pelo tal indivíduo atinge horizontes bem mais longínquos.. A sua actividade estende-se também aos ratos. Numa manhã sombria, ao entrar na sala de Fisiologia, no piso 4 do C1, deparei-me com um cenário verdadeiramente assombroso. O assassino sentado na sua secretária, esperando ansiosamente que toda a plateia chegasse, com um sorriso maléfico espelhado nos lábios, fitava fixamente a porta da sala. À medida que o tempo ia passando, o seu sorriso torna-se cada vez mais assustador. Eis que afirma que iríamos assistir a uma simples recolha de sangue. Até aqui tudo bem, não fosse a sua mente distorcida e preversa começar a dar sinais de funcionamento. O suspeito agarra num rato, num tal gesto impetuoso que os olhos do animal quase saltaram para fora, e diz "Bem, vou agora tirar uma pequena amostra de sangue ao rato. Isto era para já ter sido feito, mas paciência..". Peço a vossa especial atenção para pequena amostra. Além do mais, notava-se na sua cara uma expressão de mentira, de satisfação fora do vulgar. Ok, se estão a ler isto, esperam que não tenham comido antes. Aperta o rato de tal forma, que o seu peito se incha todo para fora. Ergue a seringa no ar e grita "VENTRÍCULO, VENTRÍCULO!", e espeta a seringa violentamente no animal. As contracções eram mais que muitas neste duelo. Nisto, vira o animal e afirma com um ar aparentemente calmo "Calma, não se impressionem que só estou a tirar sangue". Mais uma contracção e apercebe-se que tinha acertado num capilar. Foi o caos. Seis vezes a seringa subiu e seis vezes a seringa desceu. A audiência olhava perplexa para tal maldade, sem qualquer tipo de reacção. Qualquer um poderia ser o próximo. Depois de ter tirado todo o sangue do rato, olhava triunfante para todos nós, o bigode coberto de sangue, com uma expressão que espelhava vitória. Contudo, nem morto o rato teria descanso. Pois andou com o rato pela sala fora, a apertá-lo, partindo tudo o que havia para partir. E foi isto... mais do que o guincho da rã, atormenta-me verdadeiramente a expressão do rato, ao ser espetado seis vezes. Mais frustrante porque o pobre do animal pensava que ia apenas doar, repetido, uma pequena amostra de sangue. E espero que com isto possam sinceramente capturar esses..malandros pah, que isto não se faz. E a pergunta fica no ar: "E se não houvesse ratos?...". Mais tarde veio-se a saber que os restantes ratos elaboraram um plano de fuga, com rappel pela parede do C1, mas foram dados como desaparecidos...Por fontes obscuras, chegou-me a informação que o assassino não operou sozinho.. É verídico, foi um assassínio em grupo. Jay Jay e Icarus, foram mais tarde vistos com o mestre da quadrilha e têm frequentado a sua casa na esperança de obtenção de treino de actos de puro genocídio (esperemos)..

    James

    ResponderEliminar
  10. Ó meus amigos.....Mas isto é uma faculdade de meninas?? Até parece que não vemos coisas piores todos os dias a passar em frente aos nossos olhos, vocês já tentaram ver a herdade das vedetas ou lá o que é???!! Quantas vezes pior com lá aquele Castelo Branco ele sim é que devia estudado... Mas enfim, isto para vos dizer que VIVA a morte dos anfíbios indefesos e até dos roedores simpáticos!!!!!! Só não percebo é porque não temos aulas em que abrimos cabeças de macacos também...Era bem giro, fica aqui a proposta

    Dunedain

    ResponderEliminar
  11. James, também assisti a uma recolha de sangue aos ratos, porém, não tão violenta. Estamos solidários contigo, e com os colegas que assistiram a tal maldade.
    E como podes ver sou um indivíduo incapaz de tais coisas (cof cof), e devo acrescentar que isso de me dar com o mestre é um puro boato.
    James e Dunedain não faço ideia quem sejam mas espero que curtam o blog. Fiquem bem. LR

    ResponderEliminar
  12. Pois é devem tar a espera k eu vejo aki negar todas as acusações k estão implicadas a minha pessoa... Nada disso n sou cobarde, como algumas pessoas k n kero denunciar (Icarus, ou lá o k é...), é mm verdade passei para o lado negro da ciência, lado necessário a evolução de mentes perturbadas... É assim, Há problemas com isso? Se há vamos resolver isso... Ktos são? Onde? Horas?

    Ps: Tou pronto pra td... venham todos ! ! !

    ResponderEliminar
  13. Rapaziada rapaziada! Ainda não vos passava pela cabeça sequer virem a frequentar tal antro que é a FCUL, já eu tinha visto a dessecação de um pequeno rato, que para espanto de todos era uma fémea e portava no seu ventre um ser embrionário que posteriormente, e se a sua frágil vida não tivesse sido tirada em nome da ciência, se tornaria numa pequena cria! Isto passou-se no meu 8º ano! Pergunto-me: O que é que a dissecação de um pequeno rato (neste caso RATA) pode contribuir para a vida ou melhor compreensão da ciência por parte de um estudante do 8º ano? (só assim em nota de rodapé, como é que um bicho tão pequeno tem um intestino de quase deois metros? Fascinante!) HC

    ResponderEliminar
  14. Agora podíamos entrar aqui em grandes dissertações sobre a dissecação da rata. Porém, acho melhor não o fazermos por podermos deslizar da ironia para o mau gosto, uma vez que os usuários deste blog têm mentes mais que preversas.

    ResponderEliminar
  15. RATA??? Kem falou nisso? Especifiquem RATA...
    Ps: Eu gosto de R_ _ _ _

    ResponderEliminar